Um Reed machucado que ele não quebrará

Foi uma das coisas mais engraçadas que eu já vi na televisão. Havia sangue por toda parte e agonia visível. Não era Game of Thrones, mas um programa de história natural da BBC, e o protagonista era um crocodilo. Sua vítima era um GNU.

“Se você pensar em todas as coisas que ele poderia quebrar, começará a ver a maravilha do que ele não quebrará.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Durante sua migração anual - um movimento de um número surpreendente de animais - os gnus cruzam um rio enquanto os crocodilos estão à espera. É a maior festa do ano para eles. Não é fácil derrubar gnus. Eles pesam até 600 libras e têm força considerável. Mas é aí que as mandíbulas de um crocodilo entram em cena. Observar os crocodilos caírem, se afogarem e despedaçarem animais enormes com a boca era horrível e impressionante.

Em outro ponto do show, vimos as mesmas mandíbulas cuidando de seus ovos. As mandíbulas que eram fortes o suficiente para cair e esmagar um enorme gnu também eram gentis o suficiente para segurar um ovo delicado entre os dentes sem quebrá-lo. Isso nos aproxima do que a Bíblia quer dizer com gentileza. Não é a ausência de força, mas a aplicação de força a uma situação delicada.

Mansidão não é fraqueza

Somente Jesus pode demonstrar a força suprema e, em seguida, aplicar essa mesma força única das maneiras mais ternas. O mesmo Jesus que tem o poder não apenas de jogar fora as mesas no pátio do templo, ou de expulsar demônios dos possuídos, ou mesmo de chamar um morto da sepultura - esse Jesus também tem a capacidade de mostrar ternura àqueles que são os mais delicados e frágeis. Dizem-nos no Evangelho de Mateus:

“Ele não brigará nem chorará em voz alta,

nem alguém ouvirá sua voz nas ruas;

uma cana machucada ele não vai quebrar,

e um pavio ardente que ele não apaga,

até que ele traga justiça à vitória;

e em seu nome os gentios esperam. ”(Mateus 12: 19–21)

Não havia ninguém mais forte que Jesus. Ele era destemido diante daqueles que se opunham a ele. Ele nunca hesitou em dizer o que precisava ser dito, mesmo quando sabia que isso provocaria oposição violenta. Ele enfrentou aqueles que precisavam ser chamados. E ele reivindicou a vitória sobre o pecado e a morte. Este não era um homem fraco.

O Todo-Poderoso Braço Carrega

“Gentileza não é a ausência de força, mas a aplicação de força a uma situação delicada.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

E, no entanto, em Jesus, uma força enorme não leva à insensibilidade. A capacidade de desafiar e enfrentar não leva a conflitos desnecessários. Ele não pisa nas pessoas. Ele pode esmagar uma serpente, mas também pode manter os mais delicados sob seus cuidados. Lembramos o que Isaías disse sobre o Deus que viria para o seu povo:

Eis que o Senhor Deus vem com força,

e seu braço governa por ele;

eis que a sua recompensa está com ele,

e sua recompensa diante dele.

Ele cuidará do seu rebanho como um pastor;

ele reunirá os cordeiros nos braços;

ele os carregará em seu peito,

e leve gentilmente aqueles que estão com os jovens. (Isaías 40: 10–11)

O braço com o qual esse Deus efetua seu poderoso domínio é o mesmo braço que reúne os cordeiros. O Deus que pode nivelar cadeias de montanhas e derrubar superpotências é o mesmo Deus que carrega o mais fraco e mais terno perto de seu coração.

Para palhetas machucadas

A profecia de Isaías aguarda com expectativa alguém que não quebre uma cana machucada (Isaías 42: 3). Isso não é porque Jesus é uma tarefa fácil. Ele não é macio. Ele sabe como aplicar força à vulnerabilidade. Pense em todas as coisas que ele poderia quebrar e você começará a ver a maravilha do que ele não quebrará.

Ou pense no pavio fumegante. Mal havia um lampejo nele, uma mera mancha de luz laranja, a menor perturbação que certamente a apagaria. E, no entanto, Jesus é capaz de distribuir seus cuidados com tanta precisão cirúrgica e forense que as coisas mais delicadas e frágeis podem ser tomadas e nutridas com cuidado e proteção absolutos.

Parte da maravilha é que Jesus é capaz de combinar o que separamos tão facilmente. Em nossa experiência, aqueles que são mais gentis tendem a não ter força e força quando são solicitados, enquanto aqueles que são mais fortes tendem a não ter a capacidade de ter gentileza e contenção. Mas Jesus exemplifica perfeita gentileza e força espantosa. Ninguém é esmagado por engano. Nunca há fogo amigo ou dano colateral.

Ele te ama mais

Essa combinação é a razão pela qual ele é um bom Salvador a quem recorrer. Ele é forte e poderoso para salvar: ele pode enfrentar o mais forte dos nossos inimigos e sempre garantir a vitória. Nenhuma força espiritual colocada contra nós tem chance de sobreviver. E, no entanto, ele é indescritivelmente delicado e cuidadoso conosco. Não há ferida ou vulnerabilidade que ele não entenda ou lide com o máximo cuidado. Ele é alguém em quem podemos confiar com nossas contusões e fragilidade mais tenras. Ele não será desajeitado conosco. Ele não vai nos enrolar. Ele pode aplicar sua força inimaginável a nós com carinho e sensibilidade.

“Jesus está ainda mais comprometido com a nossa alegria suprema do que nós.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Em um mundo caído como este, todos nós somos pessoas que pecaram e foram contra eles. Parte disso nos deixou feridas profundas que parecem insondáveis ​​até para nós, e muito menos para outras. Mas Jesus nos conhece completamente e nos entende completamente. Ele nos ama mais do que nós mesmos. Ele está ainda mais comprometido com a nossa alegria suprema do que nós.

Em nossa dor e confusão, em nossa fraqueza e bagunça, chegamos a ele com a certeza de que somente ele é digno de confiança. Ele tem o poder e a capacidade de nos ajudar, e a ternura e o cuidado de querer. Podemos confiar nele com nossas mais profundas dores e contusões. Não há mais temível, mas não é mais gentil.

Recomendado

Como reclamar sem resmungar
2019
Por que Deus nos dá mais do que podemos lidar
2019
Como vencer a guerra pela sua mente
2019