Seis perguntas a serem feitas ao estudar a Bíblia em grupo

A palavra de Deus é a principal fonte de poder espiritual, encorajamento e sabedoria de um pequeno grupo.

Todas as Escrituras são inspiradas por Deus e proveitosas para o ensino, a reprovação, a correção e o treinamento da justiça, para que o homem (ou mulher) de Deus seja completo, equipado para toda boa obra. (2 Timóteo 3: 16–17)

Se estamos tentando ensinar, corrigir, treinar ou encorajar um ao outro para a maturidade em Cristo, a Bíblia é o nosso livro. Certamente, o estudo da Bíblia não é a única coisa (ou mesmo a principal) que fazemos em um pequeno grupo, mas sem ele, um pequeno grupo não terá a vida que deve desenvolver e preservar.

Estudar a Bíblia em um grupo pode ser a melhor e a pior maneira de estudar a Bíblia. Pode ser o melhor porque você se beneficia da percepção e experiência cheias do Espírito de outros crentes. Pode ser o pior por vários motivos.

Pode ser o cara que domina a conversa, mal permitindo que mais alguém compartilhe algo ou faça uma pergunta. Ou a garota cuja articulação emocional do que isso significa para ela tem pouco ou nada a ver com a passagem real em questão. Ou pode ser a pessoa que sempre faz a pergunta periférica e irrelevante que afasta toda a discussão por muito tempo. Ou talvez sejam os três ou os quatro que não falam mais do que duas ou três palavras, mesmo quando você os chama.

Uma maneira de ler a Bíblia juntos

“A palavra de Deus é a principal fonte de poder espiritual, encorajamento e sabedoria de um pequeno grupo.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Ler a Bíblia em comunidade pode ser um desafio, mas também pode ser profundamente gratificante. A Bíblia nos fornece recursos para os relacionamentos em nossos grupos que nunca teríamos de outra maneira. Ele fala à comunidade cristã com autoridade e relevância incomparáveis.

Se você quiser ler a Bíblia com seu pequeno grupo, ou já tentou no passado e ele não deu certo, tente o método sueco. Não há nada de especial sueco em ler a Bíblia dessa maneira. Foi nomeado método sueco porque Ada Lum encontrou a abordagem pela primeira vez em um grupo de estudantes suecos. Esteja você lendo sozinho ou com outra pessoa individualmente ou em um grupo pequeno, esse método oferece cinco coisas para procurar em cada passagem.

Uma vantagem dessa maneira de ler a Bíblia é que ela requer menos preparação dos líderes do que as alternativas. É baseado em descoberta e diálogo mútuos. É útil ter uma pessoa para facilitar e até liderar a conversa, mas o modelo prospera com o envolvimento de todo o grupo, cada pessoa vendo e contribuindo com algo das cinco categorias abaixo.

As cinco coisas, cada uma representada por um símbolo, são lâmpadas, pontos de interrogação, cruzes, flechas e bolhas falantes. Vou explicar cada um deles, usando 2 Timóteo 3: 16–17 como exemplo de passagem.


Uma lâmpada deve ser algo que "brilha" da passagem - algo novo ou fresco. O que ficou de fora desta vez? Toda vez que lermos a Bíblia, Deus estará nos lembrando de coisas que esquecemos e nos mostrando coisas que nunca vimos antes.

E quando lemos a Bíblia em um grupo, ele estará revelando coisas diferentes para pessoas diferentes, multiplicando o insight e o aprendizado. Deus não pretende que possamos ver significados diferentes, mas aprender o verdadeiro significado multidimensional e, em seguida, ver algumas das implicações e aplicações ilimitadas dessa verdade.

Lâmpada (exemplo): Toda a Escritura é lucrativa, não apenas os versículos que me parecem imediatamente rentáveis. Parte do desafio de ler a Bíblia é pedir a Deus que nos mostre o benefício espiritual de cada palavra que ele nos der.

Esses versículos levantaram alguma dúvida ao ler? Você pode tropeçar em uma palavra ou verso, ou uma conexão com outra parte da Bíblia, ou um ponto teológico específico.

“Ler a Bíblia em comunidade pode ser um desafio, mas também pode ser profundamente gratificante.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Com todas as perguntas que você fizer, tente responder sua própria pergunta antes de procurar ajuda de outras pessoas. Parte do aprendizado mais profundo e duradouro que fazemos ocorre quando nos pressionamos a procurar na Bíblia uma resposta para nossa própria pergunta. A resposta pode estar no versículo que estamos estudando, ou no capítulo ou livro ao redor, ou Deus pode lembrar um versículo ou versículos em outras partes da Bíblia. Pare, ore, peça e faça o seu melhor. Depois, recorra a outras pessoas (sejam comentários ou outros membros do seu grupo) para outra perspectiva.

Ponto de Interrogação (Exemplo): Por que Paulo lista os benefícios ou usos das Escrituras como ele faz? Existe uma razão pela qual eles são ordenados do jeito que são?

A cruz não é original para o método sueco, mas foi adicionada para trazer uma lente centrada em Cristo à nossa leitura da Bíblia. Onde vemos Jesus Cristo nesses versículos? Jesus disse que a Bíblia toda é sobre ele,

“Estas são as minhas palavras que lhe falei enquanto ainda estava com você, de que tudo que foi escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos deve ser cumprido.” (Lucas 24:44)

O que nesta passagem o ajudou a ver mais de Jesus e sua cruz, ou o que o levou a amá-lo mais?

Cruz (Exemplo): Jesus morreu e Deus escreveu um livro (as Escrituras) pelo menos em parte, para que não apenas fôssemos salvos, mas tornássemos cada vez mais “completos”. Tendo nos salvado pela cruz, Deus pretende nos tornar mais e mais maduro; isto é, mais e mais como Jesus.

Uma seta indica uma aplicação pessoal para nossas vidas. Identifique e comprometa-se com algo que você sente que o Espírito está levando você a fazer em obediência a este texto. Especifique o suficiente para que você possa fazê-lo nesta semana e pessoal o suficiente para que você possa fazê-lo (e não outra pessoa).

Muitos estudos bíblicos, tanto em particular quanto em grupo, deixam de aplicar o texto em nossas vidas pessoais. Uma das grandes coisas de estudar a Bíblia em um grupo é que há uma responsabilidade embutida. Se você conversar em voz alta com outras pessoas através de etapas a serem seguidas em direção a uma maior obediência, terá outras pessoas ao seu redor para acompanhar e perguntar como essas coisas estão indo.

Seta (Exemplo): Quando eu faço minha leitura pessoal da Bíblia, vou perguntar regularmente se Deus pode estar 1) me ensinando alguma coisa, 2) me dizendo para parar de fazer algo que estou fazendo, 3) corrigindo algum pensamento ou comportamento errado, ou 4) preparando-me para viver de forma mais eficaz para ele.

A bolha da fala é algo para compartilhar. Anote o nome de alguém que possa se beneficiar ao ouvir o que você viu na Bíblia. Pode ser algo que você compartilha com outro crente, ou pode ser uma maneira de compartilhar o evangelho com um crente que ainda não está em sua vida. Como você pode compartilhar a alegria, paz e convicção que Deus recebeu de outras pessoas?

Identifique uma pessoa específica com a qual você possa se conectar na próxima semana e pense em um momento em que possa trazer essa verdade em particular.

Bolha falante (exemplo): A Bíblia não é apenas um livro antigo cheio de verdade e sabedoria. Na verdade, é extremamente relevante (lucrativo) para a minha vida cotidiana (e a sua). Deus quer que aprendamos a viver verdadeiramente uma vida plena e significativa através deste livro.

Por quê?

“Nós multiplicamos as riquezas quando lemos e compartilhamos a Bíblia juntos.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Uma última pergunta que adoro fazer quando leio a Bíblia com um grupo: Por que esses versículos estão na Bíblia? Estamos tentando resumir o propósito de Deus ao colocar essas palavras em particular em seu livro. Existem várias maneiras de fazer essa pergunta. Por que essa passagem está neste livro particular da Bíblia? O que a Bíblia pode perder se essa passagem for deixada de fora? Qual é o ponto principal do autor? Tente resumir sua resposta em uma frase.

Por quê? (Exemplo): 2 Timóteo 3: 16–17, talvez mais do que qualquer outro versículo da Bíblia, declare o relacionamento de Deus com sua palavra (inspirada por Deus) e declare sua relevância para toda a vida (proveitosa). Paulo (e Deus) quer que vejamos a autoridade absoluta da Bíblia, através da qual Deus fala em todos os aspectos do nosso crescimento espiritual.

Multiplicamos as riquezas quando lemos e compartilhamos a Bíblia juntos.

Recomendado

Como reclamar sem resmungar
2019
Por que Deus nos dá mais do que podemos lidar
2019
Como vencer a guerra pela sua mente
2019