Eu odeio pornô

Pornografia é um problema.

A pornografia é como um narcótico, sequestra o cérebro, redefine a sexualidade humana e, enquanto isso, arruina vidas, destrói famílias e desestabiliza ministérios. E honestamente, é um problema que me deixa cansado - cansado da devastação que Satanás está causando a crianças, mulheres, famílias, pastores, igrejas e ao mundo com esse mal trágico.

A pornografia se tornou um problema para mim quando eu tinha apenas seis anos, e pela graça de Deus esse problema terminou quando Jesus me salvou aos dezessete anos. Mas sei que isso raramente acontece de maneira tão limpa. Ainda é uma tentação, sim; a tentação é abundante, vivendo na cidade que eu faço e com o coração que tenho, mas a graça é abundante ainda mais em Jesus Cristo.

Amigos, eu odeio pornografia. E aqui está o porquê.

Eu odeio pornografia porque é uma perversão do que Deus criou no homem e na mulher.

Eu odeio pornografia porque explora mulheres feitas à imagem de Deus em uma imagem feita para a luxúria de um homem.

Eu odeio a pornografia porque ela objetiva as mulheres a um produto consumível, em vez de uma gloriosa criatura de Deus com imagem.

Eu odeio pornografia porque amo mulheres - em particular minha esposa e três filhas.

Eu odeio pornografia porque leva a experiência de sexo que satisfaz a alma com um cônjuge comprometido com convênio e a transforma em uma experiência distorcida de auto-sexo.

Eu odeio pornografia porque transforma filhos e filhas de Deus em escravos do sexo.

Eu odeio pornografia porque transforma missionários em potencial em cristãos impotentes.

Eu odeio pornografia porque destrói o casamento, muitos antes mesmo de começar.

Eu odeio pornografia porque prolonga a adolescência e mantém os homens meninos.

Eu odeio pornografia porque ela mente para os homens sobre beleza e leva os homens a procurar uma estrela pornô em vez de uma mulher que teme ao Senhor.

Eu odeio pornografia porque rouba homens e mulheres de toda a alegria da obediência.

Eu odeio pornografia porque isso quebra a confiança entre marido e mulher.

Eu odeio pornografia porque é uma atividade diabólica e satânica que está sutilmente levando milhares e milhares ao inferno.

Eu odeio pornografia porque leva a pastores desqualificados e igrejas impotentes. (Pastores, se você é viciado em pornografia, é desqualificado e está matando sua igreja!)

Eu odeio pornografia porque suspeito que seja a razão mais significativa pela qual não estamos plantando mais igrejas e enviando mais missionários.

Eu odeio pornografia porque desqualifica os pregadores do evangelho que podem encher os prédios vazios da igreja na minha cidade e em muitos outros.

Eu odeio pornografia por causa da decepção que as crianças têm que passar quando o pai lhes diz por que perderam o emprego ou a oportunidade de liderar a igreja.

Eu odeio pornografia porque ela ensina uma visão distorcida do sexo para crianças antes que possa ser explicada por pais amorosos.

Eu odeio pornografia porque estou cansado de ficar sentado na minha sala de estar com esposas chorando, confusas, arrasadas e homens partidos, envergonhados e condenados que foram pegos.

Eu odeio pornografia, porque leva a estupro, abuso sexual e perversão que podem devastar as pessoas pelo resto de suas vidas.

Eu odeio pornografia, porque transforma os homens para dentro e sufoca a ambição de um homem de fazer santificar o nome de Deus.

Eu odeio pornografia porque diz que pecado, Satanás e o mundo são mais satisfatórios do que nosso Deus trino e sua graça.

Eu odeio pornografia porque odeio culpa e condenação ímpias.

Eu odeio pornografia pelo medo que isso provoca nos corações dos pais em todos os lugares que seus filhos possam tropeçar em uma cena e se viciar.

Mas eu amo Jesus.

Eu amo Jesus porque ele ama pessoas com problemas de pornografia.

Eu amo Jesus porque ele é poderoso para libertar corações escravizados pela pornografia.

Quem não conhecia nenhum vício em pornografia tornou-se vício em pornografia, para que o viciado em pornografia pudesse se tornar a justiça de Deus nele.

Aquele que não teve pecado se tornou pecado por você, para que você se torne a justiça de Deus (2 Coríntios 5:21).

Naquela sentença brilhante, Paul põe fim ao problema da pornografia.

“Eu amo Jesus porque ele é poderoso para libertar corações escravizados pela pornografia.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Amigo, você não está mais em Adão, mas em Jesus. Jesus se tornou um substituto. Era como se ele se tornasse viciado em pornografia, ao receber a justa penalidade devida por nossa perversão, e você se tornasse o filho ou filha justo de Deus com todos os seus benefícios.

Amigo, em um ato de amor e justiça, na obra cruzada de Jesus, pela fé nele, agora você está limpo, santo, aceito, perdoado e livre. Deixe-me dizer isso novamente . . . livre!

Eu amo Jesus.

Recomendado

Duas grandes razões pelas quais o evangelismo não está funcionando
2019
Como Jesus pode ser Deus e homem?
2019
Dez verdades bíblicas sobre a obediência das crianças
2019