Encha sua boca com vida, não morte

Muito está em jogo no que dizemos hoje. "A morte e a vida estão no poder da língua" (Provérbios 18:21).

Nas sociedades letradas, as línguas incluem mãos que escrevem, digitam, pintam ou assinam.

O poder da língua

As pessoas morrem por causa de algo dito. As línguas podem ser armas de destruição em massa, lançando holocaustos e guerras. As línguas também podem ser a morte de casamentos, famílias, amizades, igrejas, carreiras, esperanças, entendimento, reputação, esforços missionários e governos.

Mas as pessoas também vivem por causa de algo dito. A língua pode ser "uma árvore da vida" (Provérbios 15: 4). As línguas reconciliam os povos e fazem a paz. “Bem-aventurados os pacificadores” (Mateus 5: 9). As línguas podem tornar os casamentos doces, as famílias fortes e as igrejas saudáveis. As línguas podem dar esperança ao desespero, avançar no entendimento e espalhar o evangelho.

Então, o que sairá da sua boca hoje, morte ou vida? “Golpes de espada” ou “cura” (Provérbios 12:18)?

O que enche seu coração?

Tudo vai depender do que está enchendo seu coração. Jesus disse: “Da abundância do coração [a] boca fala” (Lucas 6:45). Um coração crítico produz uma língua crítica. Um coração hipócrita produz uma língua de julgamento. Um coração amargo produz uma língua azeda. Um coração ingrato produz uma língua que resmunga.

“As palavras que você fala dependerão do que está enchendo seu coração.” Twitter Tweet Facebook Compartilhe no Facebook

Mas um coração amoroso produz uma língua graciosa. Um coração fiel produz uma língua verdadeira. Um coração pacífico produz uma língua reconciliadora. Um coração confiante produz uma língua encorajadora.

Portanto, encha seu coração de graça mergulhando em sua Bíblia. Mergulhe em Mateus 5, ou Romanos 12, ou 1 Coríntios 13, ou Filipenses 2. E tenha muito cuidado ao captar as palavras da morte no jornal, no rádio, na TV ou no blog.

E ore: “Guarda, Senhor, sobre a minha boca; vigia a porta dos meus lábios! ”(Salmo 141: 3).

O mundo está cheio de palavras de morte. “O mundo inteiro jaz no poder do maligno” (1 João 5:19), que “era um assassino desde o princípio. . . e o pai da mentira ”(João 8:44). Não vamos nos juntar a ele em seu “mal inquieto” (Tiago 3: 8).

Pois “somos de Deus” (1 João 5:19), e cremos em seu Filho Jesus, “a Palavra” (João 1: 1), “a verdade e a vida” (João 14: 6), e quem sozinho tem “as palavras da vida eterna” (João 6:68). Vamos nos juntar a ele para falar isso.

Palavras de hoje

Hoje, faça da sua boca "uma fonte de vida" (Provérbios 10:11). Seja "lento para falar" em geral (Tiago 1:19). Incentive mais do que você critica. Procure oportunidades para falar palavras gentis e ternas (Efésios 4:32). Diga algo afetuoso para um ente querido em um momento inesperado. Procure falar apenas palavras que são “boas para edificar”, que “dão graça a quem ouve” (Efésios 4:29).

Seja uma pessoa cuja boca esteja cheia de vida.

"E agora eu te recomendo a Deus e à palavra da sua graça, que pode edificá-lo" (Atos 20:32).

Recomendado

Quando seus vinte anos são mais escuros do que você esperava
2019
O cristianismo sem alegria é perigoso
2019
Deixe a Quaresma para trás - e rápido
2019